Geral

Fortes chuvas deixam 9 mortos em Abreu e Lima, Olinda e no Recife

Crédito: Reprodução/WhatsApp

Rua Caetano Ribeiro, em Olinda, alagou devido às chuvas desta quarta-feira (24) (Crédito: Reprodução/WhatsApp)

As fortes chuvas que atingem a região metropolitana do Recife desde a madrugada desta quarta-feira, 24, provocaram transtornos e nove mortes. Segundo o Corpo de Bombeiros, óbitos foram confirmados após deslizamentos de barreira em Olinda, Abreu e Lima e na capital pernambucana.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Quatro das nove mortes foram registradas em Olinda, onde mais de 245 milímetros de chuva caíram nas últimas doze horas, o que provocou ao menos quatro deslizamentos de terra. Entre as vítimas, está uma idosa de 78 anos que teve a casa atingida por uma dessas barreiras no bairro de Águas Compridas. Na mesma localidade, outra queda de barreira destruiu uma residência e matou um jovem de 25 anos.

No bairro de Passarinho, muitas árvores de grande porte caíram por em função das chuvas. Uma delas atingiu a residência de um casal, que morreu.

Segundo os bombeiros, outro deslizamento aconteceu em uma casa no bairro de Caixa d’Água, em Olinda. Dois adultos e duas crianças, de 5 e 6 anos, foram retirados dos escombros com vida.

No Recife, um homem de 34 anos também morreu por causa da queda de barreira no bairro de Dois Unidos.

Já na cidade de Abreu e Lima, seis pessoas ficaram soterradas depois de um deslizamento no Córrego do Abacaxi. Uma delas, uma jovem de 19 anos, foi socorrida sem vida. Os bombeiros não informaram a identidade dela. Sua mãe, de 39 anos, foi retirada com vida e levada a um hospital da região. Um jovem de 15 anos e um homem de aproximadamente 50 também foram resgatados sem vida pelo Corpo de Bombeiros.

Ainda em Abreu e Lima, a corporação confirmou a morte de uma grávida de 21 anos que estava no oitavo mês de gestação.

Chuvas na região metropolitana do Recife
O balanço consolidado das chuvas, que também deixaram boa parte do Grande Recife alagado, ainda será divulgado pela Defesa Civil das cidades mais atingidas pela precipitação. Segundo a Agência Pernambucana de Climas e Água (Apac), as chuvas devem continuar na região metropolitana e na Zona da Mata de Pernambuco, mas com intensidade moderada.

A Defesa Civil de Olinda alerta que, em caso de emergência, os moradores devem entrar em contato com o órgão pelo número (81) 3429-9838 ou pelo WhatsApp (81) 9-9266-5307. O serviço funciona 24 horas por dia.

Veja também

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Jojo Todynho solicita ajuda médica e preocupa fãs

+ Capacete estilo astronauta contra Covid-19 gera polêmica na internet

+ Vídeo: Acompanhado por 140 militares, caça Gripen é rebocado pelas ruas de Navegantes

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

Tópicos

chuvas Pernambuco