Esportes

Fórmula Indy cancela duas etapas e volta a mudar calendário da temporada

A organização da Fórmula Indy voltou a fazer alterações no calendário da atual temporada, que ainda nem começou. Novamente, a causa é a pandemia do novo coronavírus, que desta vez causou o cancelamento de duas etapas.

Foram canceladas as corridas marcadas para Toronto, no Canadá, no dia 12 de julho, e em Richmond, nos Estados Unidos, no dia 27 de junho. Para reajustar o calendário, a organização remarcou a etapa de Wisconsin, que antes seria em 21 de junho, para os dias 11 e 12 de julho, com rodada dupla.

O governo de Ontário, no Canadá, vetou a realização de grandes eventos até o mês de agosto. Além disso, as autoridades nacionais estenderam na terça-feira o fechamento da fronteira com os Estados Unidos para viagens não essenciais por 30 dias.

“Nossas equipes e atletas estão prontos para voltar à pista e entregar um evento de nível mundial no Texas Motor Speedway”, disse Mark Miles, principal executivo da categoria. “Apreciamos a oportunidade de começar nossa temporada durante estes tempos sem precedentes e estou confiante que vamos fazer um grande show.”

A temporada 2020 está marcada para começar no dia 6 de junho, no Texas Motor Speedway, na cidade de Fort Worth, nos Estados Unidos. O campeonato será encerrado com a etapa de São Petersburgo, na Flórida, em 25 de outubro. Curiosamente, esta era a etapa de abertura do campeonato, pelo calendário inicial, antes das mudanças causadas pela pandemia.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Após se aposentar da Globo, Sérgio Chapelin aparece com novo visual; veja
+ Nick Cordero morre aos 41 anos, vítima de complicações da Covid-19
+ Hamilton bateu de novo em Albon; veja memes da F1
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior