Geral

“Foi de última hora”, diz PM que viralizou na web com ‘passinho’ durante live solidária

Crédito: Reprodução

Capitão da polícia militar de São Paulo dança durante live (Crédito: Reprodução)


O policial militar Vanderluis Duarte dos Santos, de 46 anos, ganhou fama nas redes sociais após aparecer dançando ao som de “Don’t stop the rock”, do grupo Freestyle, durante uma live beneficente. O PM que atua há 25 anos na PM em Araçatuba, no interior de São Paulo, disse em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo que não esperava tanta repercussão do vídeo.

Uma das pessoas que compartilhou a gravação foi o padre Fábio de Melo, que afirmou ter como meta de vida alcançar a “malemolência marota” do Capitão Duarte, como é conhecido.

“É uma dancinha normal que a gente faz desde criança, com os amigos, parentes, irmãos. Eu não pensei que fosse acontecer isso aí”, disse Duarte à Folha. “Foi de última hora, porque eu fiquei muito preocupado de não ter atingido o público de uma maneira que tocasse o coração das pessoas” explicou o PM.

De acordo com Vanderluis, a dança é um hobby pessoal que já costumava praticar em confraternizações dos batalhões. Ele apostou nos passinhos como um diferencial em relação às lives já realizadas por CPIs de outras cidades.

“Eu queria mostrar esse lado humano do policial militar, alguém que tem vida familiar, que tem sentimentos e que, quando está em horário de folga, gosta de fazer várias coisas diferentes, como qualquer outra pessoa” disse ele, que atualmente chefia o Gabinete de Treinamento de soldados do CPI-10.

Doações

Com a repercussão do vídeo, foram arrecadadas até agora 14 toneladas de alimentos não-perecíveis, que serão divididas entre dois projetos e três instituições de caridade de Araçatuba (SP) e região. Outro R$ 14 mil serão repassados a duas delas.