Esportes

Fluminense pressiona até o fim, mas perde para o Sport na Ilha do Retiro

Tricolor joga mal no primeiro tempo, melhora na etapa final, mas Sport suporta a pressão e sai com a vitória. Equipe joga na quinta com o Atlético-GO, às 20h, pela Copa do Brasil

Fluminense pressiona até o fim, mas perde para o Sport na Ilha do Retiro

Hernane marcou o gol da vitória do Sport sobre o Fluminense

Na Ilha do Retiro, o Fluminense perdeu para o Sport por 1 a 0 em jogo válido pela décima primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da partida foi marcado pelo atacante Hernane, de pênalti. Com o resultado, o Tricolor perdeu a oportunidade de chegar ao G-6 da competição, enquanto o Leão se afastou da zona de degola.

O Fluminense volta a campo na próxima quinta, às 20h, no estádio Olímpico de Goiânia para decidir uma vaga nas oitavas da Copa do Brasil contra o Atlético-GO. Pelo Brasileirão, o Tricolor jogará na segunda, dia 28, no Maracanã, contra o Coritiba. Já o Sport receberá o Corinthians, às 21h30, dia 23, na Ilha do Retiro.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Sport pressiona e Patric acerta o travessão
A partida começou com o Sport tomando a iniciativa e não deixando o Fluminense jogar. Taticamente, o Leão pressionou o adversário e logo aos 3 minutos teve a chance de abrir o placar. Após falha da defesa tricolor, Patric recebeu e ficou na cara do gol, porém Muriel desviou a bola, que ainda bateu no travessão. Os donos da casa apresentavam intensidade e eram soberanos na partida.

Brocador abre o placar
Jogando sob os seus domínios, o Leão seguia pressionando e tendo a chance de abrir o marcador. Com isso, aos 12, após cruzamento na área, Egídio chegou atrasado, fez um pênalti infantil e derrubou Leandro Barcia na área. O atacante Hernane foi para a cobrança e tirou de Muriel, colocando o Sport à frente no placar.

Muita posse de bola e pouca efetividade
Após o gol dos donos da casa, o Fluminense acordou no jogo e com muito toque de bola começou a controlar a partida e encurralar o adversário. No entanto, apesar dos 74% de posse de bola, a equipe não conseguia ser efetiva e pecava no último passe. O Sport congestionou o meio-campo com cinco jogadores e conseguiu suportar a pressão até o fim do primeiro tempo.

Tricolor volta melhor
Logo no início da etapa final, o Sport quase ampliou o placar com Adryelson de cabeça. Após escanteio de Luciano Juba, o zagueiro cabeceou, a bola passou por toda defesa, mas Luccas Claro tirou em cima da linha. Em seguida, o Flu revidou em um bom lance de Wellington Silva, que recebeu de Egídio, mas pegou muito embaixo da bola. O Tricolor voltou melhor e finalizou mais, sobretudo com o camisa

Pressão Total…
Durante todo segundo tempo, o Fluminense sufocou o adversário e criou boas oportunidades de empatar. Com as mexidas de Odair, o time cresceu na partida e pressionou. As entradas de Miguel e Felippe Cardoso melhoraram a equipe, que quase chegou ao gol com Yago Felipe, que parou em uma boa defesa de Luan Polli.

… mas a bola não entrou
Com muita posse de bola, o Tricolor encurralou o Leão e teve várias chances perdidas. Em cobrança de falta, Paulo Henrique Ganso cobrou uma falta com perigo. No minuto seguinte, o peruano Fernando Pacheco recebeu sozinho na área, fez um passe rasteiro, mas Marcos Paulo não conseguiu alcançar. No fim, Ganso achou Egídio livre, mas Luan Polli salvou o Sport e garantiu os três pontos do time Pernambucano.

FICHA TÉCNICA

SPORT 1×0 FLUMINENSE

Data-Hora: 20-09-20 – 20h30
Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins
Cartões amarelos: André (FLU)
Cartões vermelhos: –
GOL: Hernane, 12’/1ºT (1-0),

SPORT: Luan Polli; Patric, Maidana, Adryelson, Luciano Juba (Chico – 32/2º); Marcão Silva, Ricardinho, Betinho (João Igor 32/2º); Lucas Mugni (Bruninho 25/2º), Leandro Barcia (Lucas Venuto 26/2º) e Hernane (Rogério – 12/2º) Técnico: Jair Ventura.

FLUMIENENSE:
Muriel , Calegari, Nino , Luccas Claro e Egídio; André (Felippe Cardoso – intervalo), Hudson, Yago Felipe (Marcos Paulo – 38/2º) e Paulo Henrique Ganso; Luiz Henrique (Miguel 28/2º) e Wellington Silva (Fernando Pacheco 39/2º) Técnico: Odair Hellmann

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar