ISTOÉ Gente

Flavia Alessandra posta “nude” para comemorar 10 milhões de seguidores

Crédito: Reprodução/Instagram

A atriz Flavia Alessandra quis celebrar a marca de 10 milhões de seguidores no Instagram de uma forma bem ousada. Ela compartilhou uma foto em que aparece nua, só com um tecido cobrindo as partes íntimas. “Não tenho nem roupa para ter 10 milhões de seguidores no Instagram! Literalmente! Esse clique exclusivo é para vocês. Ele é mais do que uma comemoração. Feliz demais pelo carinho e pela troca diária com vocês. Muito, muito obrigada por me acompanharem diariamente. Amo ler cada mensagem!”, escreveu na legenda.

“Melhor paidrasto”, diz Rafaella Justus sobre Cesar Tralli

Líder de Belle & Sebastian se oferece para escrever música para Anitta

Flavia também quis apresentar seu brechó virtual, em que ela venderá peças de roupa e todo lucro será revertido para ONGs. “Esse é um canal meu direto com cada um e fico mais feliz ainda porque chegamos nesse número em um momento importante meu: o lançamento da @fa.forpeople, meu bazar/brechó virtual, que tem mais de 500 peças do meu guarda-roupa, usadas e novas, com renda revertida para ONGS e suas ações sociais. Esse é só o início do projeto, que ainda tem muitas novidades por vir. Ah, lá tem peças R$7, acredita? E ainda cupom de desconto e um tanto de coisa legal. Corre lá! Eu também vou correr, porque estou sem roupa nenhuma para usar por aqui”, completou.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel