Esportes

Flamengo x Goiás: Paulo Sousa mira dias de paz após semanas turbulentas dentro e fora de campo

Declarações de Jorge Jesus e exposição de atrito com Diego Alves esquentaram os bastidores do Flamengo, que, em campo, ainda busca solidez com o técnico Paulo Sousa

Flamengo x Goiás: Paulo Sousa mira dias de paz após semanas turbulentas dentro e fora de campo

O Flamengo recebe o Goiás neste sábado, no Maracanã, visando a recuperação no Campeonato Brasileiro, depois de seis rodadas e apenas seis pontos conquistados. Contudo, as atenções também estão voltadas para fora das quatro linhas, uma vez que o técnico Paulo Sousa segue pressionado e, após a partida, tem a expectativa de esclarecer o “mal-entendido” com o goleiro Diego Alves. Marcos Braz e Bruno Spindel acompanharão o técnico na quebra do silêncio.


– Paulo Sousa x Eric Faria na Justiça? Lembre os atritos que já rolaram entre técnicos e jornalistas

Naturalmente, a pressão sobre o treinador era grande e ficou ainda maior após o desempenho da equipe nas finais do Carioca e o vice para o Fluminense. O Brasileirão teve início, e maio, até o momento, tem sido um “teste de fogo” para Paulo Sousa. O Flamengo é o 16º lugar da tabela e o extra-campo ferveu. Primeiramente, Jorge Jesus veio ao Rio de Janeiro e não escondeu o desejo de voltar ao Ninho.

O prazo dado pelo ex-técnico para a diretoria o procurar, contudo, venceu na sexta-feira, dia 20 de maio, e o Flamengo não o procurou. Por outro lado, o jornal “A Bola”, de Portugal, noticiou que Jorge Jesus entrou em acordo e será o novo treinador do Fenerbahçe, da Turquia.

Antes mesmo das declarações de Jorge Jesus virem a público, Paulo Sousa já havia demonstrado incômodo com as especulações da imprensa sobre o compatriota. “Não me parece respeitoso”, disse o atual técnico do Flamengo. Após a publicação da matéria do “UOL”, afirmou respeitar Jorge Jesus e “desejou saúde, paz e sucesso” a ele.

ATRITO PÚBLICO COM DIEGO ALVES

Assim que Jorge Jesus retornou à Portugal, a expectativa por dias de paz não se cumpriu após Paulo Sousa expor Diego Alves em coletiva na última terça-feira. As declarações do técnico trouxeram à tona a difícil relação da comissão técnica com o camisa 1, que, hoje, é a terceira opção para o gol do Flamengo, atrás de Santos e Hugo Souza.

Os movimentos no Ninho do Urubu, nos últimos dias, foram feitos para dar um desfecho ao atrito. O goleiro e o técnico reuniram-se com líderes do elenco e Bruno Spindel e, após o jogo deste sábado, a expectativa é de que Paulo Sousa, acompanhado do diretor e do VP Marcos Braz, preste esclarecimentos para dar “ponto final” o assunto.

RESPOSTA DA TORCIDA E DO ELENCO

Diante de tamanha pressão, Paulo Sousa teve respostas positivas de “protagonistas” importantes. Contra a Católica, o Flamengo voltou a jogar no Maracanã após 27 dias, e torcedores levaram cartazes pedindo a saída do atual técnico ou o retorno de Jorge Jesus, mas não houve manifestações coletivas contra o treinador português.

Antes e durante o jogo, as vaias foram direcionadas ao goleiro Hugo Souza, enquanto Marcos Braz e Rodolfo Landim foram hostilizados.

Dentro de campo, o elenco demonstrou estar ao lado do treinador ao longo da vitória por 3 a 0. No gol de Willian Arão, que abriu o placar, a comemoração foi com todos jogadores correndo em direção ao banco de reservas e abraçando Paulo Sousa – confira no vídeo abaixo!

Ao término da partida, o time voltou a se reunir, no centro de campo, e, após algumas palavras do Mister, também deram força ao goleiro Hugo Souza. Na entrevista, Paulo Sousa destacou a união do grupo.

– Dentro do grupo, cada vez mais há uma união muito grande. O Hugo não pediu para falar. Todos os jogadores pediram para ele estar no centro para dar toda a força que ele merece – explicou o técnico.

FLAMENGO BUSCA REABILITAÇÃO NA SÉRIE A

Após seis pontos conquistados em seis rodadas, o Flamengo inicia contra o Goiás, neste sábado às 16h30, uma sequência de três partidas no Maracanã. A expectativa do técnico Paulo Sousa é de que o “fator casa” seja determinante para o time se recuperar na Série A do Brasileirão. Hoje, o time é o 16º colocado. Depois do Goiás, o Fla enfrenta o Fluminense, no dia 29, e o Fortaleza, no dia 5, no Maraca.