Esportes

Flamengo tenta se ‘achar’ e Botafogo joga pela afirmação no clássico

Flamengo e Botafogo se enfrentam neste domingo, às 11 horas, no clássico matinal da rodada do Brasileiro num jogo em que a vitória, evidentemente importante, terá peso diferente. Para o rubro-negro, mandante da partida, representará alívio e um pouco de paz para o técnico Zé Ricardo; para o alvinegro, será a confirmação de que, apesar das limitações técnicas, a equipe é competitiva.

O clima no Flamengo está pesado. Existe desconfiança sobre o trabalho do técnico Zé Ricardo e no rendimento de alguns jogadores. Pelo menos o treinador recebeu boas notícias. O atacante Everton volta ao time, recuperado de lesão, e, se o jogo apertar, ele também poderá contar com Diego. O meia, que foi submetido cirurgia no joelho direito e não atua há 50 dias, vai ficar no banco.

O treinador rubro-negro prevê uma partida complicada. “Não preciso nem falar do equilíbrio e da dificuldade desse jogo. Eles têm jogadores que estão vivendo uma fase muito boa”, disse Zé Ricardo sobre o Botafogo. “Jogadores como Camilo, Pimpão, Bruno Silva, o Igor Rabello, que conheço bem e se firmou. O Gatito passa por excelente fase. Será um jogo difícil, temos de ser fortes mentalmente.”

O comandante do Flamengo admite que é preciso melhorar o rendimento do time e diz estar trabalhando firme para que isso ocorra rapidamente. Reconhece que o time, de certa forma, está devendo. “Quando se chega a um certo nível, o desafio é aumentar a qualidade. Estamos buscando estratégias para isso. Temos boa posse de bola, um ataque equilibrado pelos dois lados e pelo meio, mas poderíamos ter mais ataques, mais finalizações”, analisou Zé Ricardo.

O Botafogo tenta manter o embalo, após as vitórias sobre Ponte Preta e Bahia. O volante João Paulo ressaltou a importância do duelo. “É um clássico, uma grande rivalidade do nosso futebol. Tivemos dois confrontos com eles quando estávamos vivendo competições paralelas. Hoje é um pouco diferente. Não é uma desculpa, mas agora podemos pensar somente no Brasileiro e construir uma sequência positiva”, disse.

Para a partida, o treinador Jair Ventura ainda não deve contar com os lesionados Montillo e Emerson Silva. Além deles, Camilo, com dores no ombro e Rodrigo Lindoso, sofrendo com dores na coxa direita, são dúvidas. Desta maneira, a tendência é de que a dupla de zaga seja formada por novamente por Igor Rabello e Carli. No meio, João Paulo deve ser deslocado para a função de articulador da equipe.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior