Esportes

Flamengo tem atuação sem brilho, mas vence Sporting Cristal na Libertadores

O Flamengo venceu o Sporting Cristal por 2 a 1, na noite desta terça-feira, em uma atuação sem brilho no Maracanã, e encerrou a participação na fase de grupos da Libertadores diante de torcedores insatisfeitos. O time comandado por Paulo Sousa entrou em campo já classificado para as oitavas e com a primeira colocação do Grupo H garantida, mas o desempenho não agradou.

Após o apito final, gritos de protesto foram ouvidos da arquibancada, com alvos bem definidos, como o presidente Rodolfo Landim e o vice de futebol Marcos Braz. Líder isolado em sua chave, com 16 pontos, o Flamengo pode ter a segunda melhor campanha da fase de grupos.


O único time que ainda pode alcançá-lo é o River Plate, que tem 13 pontos no Grupo F e enfrenta o Alianza Lima na quarta-feira. O melhor já é o Palmeiras, com 18 pontos e 100% de aproveitamento.

Como entrou em campo com a classificação garantida, o Flamengo fez um início de jogo em ritmo controlado, acelerando em momentos pontuais. Sem Arrascaeta, poupado e sequer relacionado, e Everton Ribeiro, no banco de reservas, as jogadas ficaram concentradas em lances pelo lado campo, geralmente protagonizados por Marinho e Lázaro.

A origem do gol que abriu o placar, entretanto, saiu de outro tipo de jogada, com uma boa dose de sorte. David Luiz tentou um lançamento da parte central do gramado e contou com um desvio para a bola cair nos pés de Isla dentro da área. O lateral dominou, chutou e viu a bola bater em Madrid antes de morrer no gol.

O Flamengo chegou a ceder alguns espaços entre o final do primeiro tempo e o início do segundo, mas, na maior parte da partida, teve a bola em seus pés. O problema era a falta de eficiência no setor ofensivo e a dificuldade em ditar o ritmo diante de um adversário mais frágil.

De qualquer forma, o caminho da rede foi encontrado novamente aos 28 minutos, quando Pedro fez de cabeça após cruzamento de Andreas. Perto do fim da partida, Christofer Gonzáles bateu cruzado e diminuiu, após falha de Hugo, alguns minutos antes do apito final, que foi acompanhado por manifestações de reprovação da torcida flamenguista, insatisfeita com o desempenho.

FLAMENGO 2 X 1 SPORTING CRISTAL

FLAMENGO – Hugo Souza; Isla (Rodinei), Pablo, David Luiz e Ayrton Lucas; Gomes (Andreas Pereira), Thiago Maia (Diego) e Lázaro (Victor Hugo); Marinho (Bruno Henrique), Pedro e Gabigol. Técnico: Paulo Sousa.

SPORTING CRISTAL – Alejandro Duarte; Madrid, Chávez, Merlo e Loyola; Calcaterra (Leandro Sosa); Tavara (Castillo), Lora, Christofer Gonzáles e Yotún; Ávila (Grimaldo). Técnico: Roberto Mosquera.

GOLS – Madrid, contra, aos 29 minutos do primeiro tempo. Pedro, aos 30, e Gonzales, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Alexis Herrera (VEN)

CARTÕES AMARELOS – Gomes (Flamengo); Tavara e Yotún (Sporting Cristal)

RENDA – R$ 1.631.156,00

PÚBLICO – 34.840 pagantes (38.100 presente)

LOCAL – Maracanã, no Rio (RJ)