Esportes

Fiorentina é autorizada a homenagear Astori em braçadeira

MILÃO, 12 SET (ANSA) – A Lega Serie A, entidade responsável pela gestão da primeira divisão do futebol da Itália, autorizou nesta quarta-feira (12) a Fiorentina a homenagear o jogador Davide Astori, morto no dia 4 de março, com uma mensagem na braçadeira de capitão.   

A medida foi decidida pelo presidente da entidade Gaetano Miccichè, que deixou claro que a decisão é uma exceção.   

Para esta temporada, a Série A criou uma norma que torna as braçadeiras dos capitães praticamente iguais em quase todas as competições do país. Por isso, Miccichè ressaltou que para os outros 19 casos, o padrão na faixa será respeitado. “Está prevista uma multa econômica, mas eu acharia triste se os capitães não aceitassem essa regra. O nosso é o mundo do esporte, mas também uma indústria, com um importante faturamento e clientes, por isso precisamos seguir algumas regras”, explicou.   

Segundo o presidente da entidade, a regra precisa ser seguida porque “está lá e foi votada em 2017 pelos clubes”, que decidiram cumprir as regras da UEFA.   

“Eu acho que é certo que haja uniformidade na braçadeira do capitão, mas é tão necessário abrir uma exceção para um caso extraordinário e triste como a morte de Astori. E espero não ter que examinar casos semelhantes”, finalizou. Nas últimas semanas, muitos capitães da Série A se opuseram à disposição da Lega sobre a padronização da faixa do capitão, inclusive o da Fiorentina. “A braçadeira de capitão para Davide Astori não é tocada. Se o juiz esportivo nos multar, pagaremos as multas “, disse German Pezzella.   

“Não se trata de ir contra uma regra, é sobre ir a favor dos sentimentos de uma equipe e de uma cidade inteira”, acrescentou o capitão.   

O zagueiro Davide Astori faleceu no dia 4 de março deste ano, após sofrer uma parada cardíaca em Údine, no nordeste da Itália, pouco antes de uma partida contra a Udinese pela Série A. (ANSA)