Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Neste final de semana, serão conhecidas as seleções campeãs da Copa América e da Europa. Disputam a final 4 seleções tradicionais: Brasil, Argentina, Itália e Inglaterra. Mas fora dos campos, no campo digital, quem será que leva essa disputa?

A Spark avaliou a performance dos principais astros de cada seleção, levando em conta o quanto a evidência no torneio alavancou sua presença e performance nas redes sociais, usando a Tagger Media, plataforma de dados americana, representada com exclusividade no Brasil pela Spark, que apoia campanhas com influenciadores.

O estudo aponta que os maiores astros digitais são também os jogadores de maior destaque em nível mundial.  Messi e Neymar lideram o ranking em número de seguidores. Avaliando quem mais se beneficiou com a exposição em campo, em números absolutos, foi Neymar, que ganhou 1,400,000 seguidores entre a estreia dia 13/6, e a semana da fase final, em 04/07, seguido por Phil Foden, astro da seleção da Inglaterra, que ganhou mais de 296 mil novos seguidores, mas que na avaliação de crescimento % (Base sobre base), foi o destaque, com 8,3% de crescimento.

Avaliando o campeão de engajamento, Phil Foden também leva o troféu, com 16% de taxa (volume de interações dos seguidores vs volume de impactos gerados).  Dois destaques adicionais: o zagueiro brasileiro Thiago Silva obteve seu maior índice histórico de engajamento no dia da estreia da Seleção, subindo para 1,3% vs sua média 0,8% (esse foi o post que gerou mais engajamento:

https://www.instagram.com/p/CQPuQOdtjy-/?utm_medium=copy_link

Já na disputa Neymar x Messi, os dois com as maiores bases de seguidores, o argentino leva a melhor, com 2,09% de engajamento.

Por último, foi avaliado qual astro tem maior parte de sua base de seguidores fora do seu país.  Lionel Messi é o campeão, sendo sua base de seguidores composta de apenas 5% de argentinos – e 21% de brasileiros, entre outras nacionalidades.  Atrás de Messi, está o italiano Marco Verratti, jogador do time francês Paris Saint Germain, com 68% de estrangeiros em sua base de seguidores e Harry Kane, inglês que joga no Tottenham, com 74% de estrangeiros.

NomeBase no início da competiçãoBase dia 04/7 (semana das finais)Crescimento em números absolutos% de crescimento seguidoresTaxa de Engajamento % seguidores estrangeiros
Leo Messi (argentina)217,116,716225,700,000+8,1713,95%2,09%5% argentinos, 95% estrangeiros, sendo 21% Brasil, seu maior público
Angel Di Maria (argentina)12,712,60012,800,000+1256650,69%1,64%10% argentinos, 90% não
Thiago Silva (brasil)17,577,77617,600,000+100,0000,13%max 1,3% (dia da estreia), 0,8%41,8% não brasileiros
Neymar (brasil)152,154,853153,500,000+1,400,0000,88%1,14%48,2% estrangeiros
Marco Verratti (Itália)5,387,5875,400,000+1179600,23%1,71%68% estrangeiros
Phil Foden (inglaterra)2,399,7112,600,000+296,3838,35%16,13%58,2% estrangeiros
Harry Kane (inglaterra)10,533,90510,700,000+236,6761,58%1,82%74% estrangeiros
Jadon Sancho (inglaterra)5,704,9245,900,000+269,0663,42%6,7%70,6% estrangeiros