Brasil

Fim do sigilo da delação da Odebrecht pode ser melhor para o País, diz procurador

O procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Lima, integrante da força-tarefa da Operação Lava Jato no Ministério Público Federal, avalia que a abertura do sigilo das delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht “talvez seja melhor”.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

Ele afirmou, nesta quinta-feira, 9, que o fim do sigilo não é o ideal para as investigações, porque possibilitam a destruição de provas, mas mesmo assim considera que a abertura das dados “é melhor para que toda a sociedade saiba o que foi citado”.

“Talvez seja até melhor levantar o sigilo para todos nós sabermos quais são os fatos revelados”, comentou o procurador, que participou de um debate em São Paulo sobre o pacote anticorrupção na Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos (Amcham).

O procurador também mandou um recado aos políticos, ao falar da colaboração da empreiteira, dizendo que muitos reagem de forma excessiva mesmo não sabendo se estão citados nas colaborações da Odebrecht. “Há muitos políticos que não sabem se estão na lista e estão reagindo excessivamente, pode ser que eles não estejam lá, podem estar agindo a mando de interesse de outros políticos”, disse.

Ele destacou que a abertura do sigilo é “uma opinião” e que tal decisão cabe ao Supremo Tribunal Federal, instância que detém atribuição constitucional de investigar políticos com foro privilegiado.

Durante o debate, Santos Lima falou que a colaboração premiada se tornou a principal técnica de investigação no Pais. “Não é totalmente moral, entretanto é eficaz e funciona, nós precisamos ter soluções que funcionem”, disse. Ele afirmou que não é totalmente moral fazer acordo de colaboração com criminosos, mas que a prática traz resultados no combate à corrupção.

Veja também

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea