Esportes

Fifa vê progresso em obras de estádio atrasado da Copa do Mundo da Rússia

A Fifa fez uma avaliação positiva de sua última vistoria nas obras do estádio de São Petersburgo, que receberá jogos da Copa das Confederações, no próximo ano, e da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

A arena é a maior fonte de preocupação da entidade por causa dos seguidos atrasos no planejamento e do aumento dos custos na sua construção. Inicialmente, o estádio de São Petersburgo deveria ter sido entregue em 2008. Já o orçamento já supera em seis vezes o planejamento inicial.


De acordo com um dos funcionários da Fifa que visitou o estádio neste sábado, o progresso das obras “são claramente visíveis hoje”. “Recebemos a garantia das autoridades locais de que o estádio será entregue no fim deste ano”, afirmou Colin Smith, diretor de competições da Fifa.

Segundo as últimas estimativas, o Krestovsky Stadium, também chamado de Zenit Arena, já tem custo de US$ 1,4 bilhão (cerca de R$ 4,53 bilhões). Para efeito de comparação, o estádio mais caro da Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil, custou R$ 1,5 bilhão, após orçamento inicial de R$ 697 milhões.