Esportes

Fica ou sai? Fora de apenas um jogo, Dodi pode virar mais uma perda importante no Fluminense

Jogador segue em negociação de um novo contrato, mas vive divergência de opiniões entre os empresários; volante não perdeu partidas por lesão ou suspensão

Fica ou sai? Fora de apenas um jogo, Dodi pode virar mais uma perda importante no Fluminense

Um dos poucos titulares que ainda não está garantido pelo menos até o fim do Campeonato Brasileiro, Dodi vive momentos de incerteza com relação ao futuro no Fluminense. Com o contrato atual válido apenas até dezembro, o jogador segue em conversas com o clube por uma renovação. No entanto, conseguir manter o volante na equipe não representa apenas o benefício de não perder mais um titular em momentos decisivos da temporada, mas também o jogador mais utilizado desde o retorno do futebol.

O aumento de lesões no Flu foi significativo após a paralisação causada pela pandemia da Covid-19, no entanto, Dodi não foi desfalque na equipe por este motivo. Inclusive, o jogador não perdeu partidas nem por suspensão, já que levou quatro cartões no ano inteiro, sendo um no Carioca, um na Copa do Brasil e dois no Brasileirão, onde, portanto, está pendurado. Desde que começou a ser titular, o volante perdeu apenas um jogo, contra o Sport, quando o Fluminense acabou derrotado por 1 a 0 fora de casa e Odair o poupou junto com Nenê e Michel Araújo.

No início de setembro, Mário Bittencourt revelou que havia dado até o fim do mês para que o estafe do volante desse uma resposta definitiva. No entanto, Carlos Escuro, principal empresário de Dodi, disse que iria à Europa e o clube aceitou estender o prazo, mas ele adiou outros dois encontros em outubro. As conversas, então, pararam e a estagnação preocupa o Tricolor, que já começa a buscar outras alternativas. Os representantes do jogador, que já pode assinar um pré-contrato, divergem sobre o que é melhor para ele.

Caso se concretize a saída de Dodi, o Flu perderá mais um atleta considerado titular em pouco tempo. O primeiro foi o lateral-direito Gilberto, depois o atacante Evanilson, ambos foram para Portugal. Caso o meio-campista seja mais um a deixar o clube, Odair perderá um atleta por setor em seu time.

Importância em números

Dodi assumiu a posição no dia 5 de julho, contra o Botafogo, na semifinal da Taça Rio, e desde então nunca mais começou no banco de reservas. Antes disso, ele somou oito minutos contra Macaé e Resende, nove contra o Flamengo e foi titular em outros três jogos, ficando em 10 partidas sem entrar. Seu primeiro e único gol em 2020 foi no clássico com o Vasco, quando abriu o placar com um chutaço de fora da área.

Para além do que as estatísticas mostram, o camisa 22 é fundamental para os movimentos táticos de Odair Hellmann, ajudando tanto na defesa quanto no ataque. E em um momento que o Tricolor perde tanto com lesões, Dodi mantém o entrosamento no setor que é o coração da equipe.

De acordo com números do “SofaScore”, Dodi tem 90% de eficiência por partida, dá 87% dos passes no campo adversário e 91% no próprio campo. Além disso, tem 50% de cruzamentos precisos. A média é de duas interceptações por jogo e nenhum erro capital até o momento. O jogador vence 49% das disputas de bola e 51% dos duelos no chão.

– Ele está jogando muito bem, está concentrado e focado no que precisa fazer dentro de campo. Deixando para as pessoas resolveram sua questão extra-campo para que não atrapalhe o rendimento. Está muito concentrado nas partidas e está colhendo os frutos de boas atuações. Está focado no jogo e isso é o mais importante – disse Odair após a vitória por 4 a 2 contra o Goiás no início do mês.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel