Economia

FGV: IPC-S desacelera a 0,52% na 2ª quadrissemana de janeiro (0,79% na anterior)

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) da segunda quadrissemana de janeiro desacelerou a 0,52%, de 0,79% na quadrissemana anterior, informou nesta segunda-feira, 18, a Fundação Getulio Vargas (FGV). Considerando a nova divulgação, o IPC-S acumulou alta de 5,10% nos últimos 12 meses.

Três das oito categorias que compõem o indicador apresentaram decréscimo na taxa de variação. A mais relevante delas veio de Habitação (1,97% para 0,74%), sob influência do item tarifa de eletricidade residencial (7,16% para 2,0%). Também houve desaceleração em Vestuário (0,90% para 0,87%), influenciado por acessórios do vestuário (0,75% para 0,53%) e Transportes, puxado por tarifa de táxi (5,66% para 0,16%).

No sentido oposto, cinco grupos apresentaram avanço no IPC-S: Educação, Leitura e Recreação (-2,20% para -2,15%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,53% para 0,55%), Comunicação (0,0% para 0,02%), Alimentação (1,46% para 1,50%) e Despesas Diversas (0,32% para 0,33%). As influências mais relevantes desses grupos, respectivamente, foram cursos formais (1,62% para 3,05%), medicamentos em geral (0,18% para 0,27%), mensalidade para internet (-0,48% para -0,24%), hortaliças e legumes (1,18% para 4,64%) e conselho e associação de classe (0,00% para 0,28%).

Influências individuais

Os itens com maior influência para cima no indicador de dezembro foram tarifa de eletricidade residencial, gasolina (1,11% para 1,20%), curso de ensino fundamental (1,62% para 3,94%), curso de ensino superior (1,70% para 2,37%) e banana-prata (17,64% para 15,72%).


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

As maiores influências de baixa no IPC-S vieram dos itens passagem aérea (-22,62% para -27,33%), transporte por aplicativo (-2,06% para -3,03%), fogão (-0,22% para -1,45%), seguro facultativo para veículo (-0,20% para -0,21%) e protetores para a pele (-0,35% para -0,45%).

Veja também

+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Veja os lugares inusitados onde famosos já fizeram sexo
+ Como saber se um pisciano está apaixonado por você? Descubra como Peixes reage ao amor!
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago