Cultura

Festival de Salzburgo começa sob restrições pelo coronavírus

Festival de Salzburgo começa sob restrições pelo coronavírus

Visitantes do Festival de Salzburgo com máscaras chegam para assistir a representação de "Elektra" - APA/AFP/Arquivos

Enquanto muitos teatros, óperas e salas de concertos permanecem fechados em todo o mundo, o Festival de Salzburgo, um dos eventos de música de verão mais prestigiados do mundo, começou neste fim de semana na Áustria sob medidas rigorosas de segurança contra o coronavírus.

Os organizadores do festival anual planejaram à princípio uma variedade de 200 eventos para esta edição número 100, com um elenco de primeira categoria.

Mas foram obrigados a cancelar muitos dos concertos, óperas e peças de teatro, devido à pandemia de COVID-19 e, em vez disso, planejar um programa muito mais reduzido.

Neste ano, 80.000 entradas foram colocadas à venda, muito abaixo das 230.000 habituais.

O festival, que dura um mês, começou no sábado com a ópera “Elektra” de Richard Strauss.

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

Veja também

+ Quarta parcela do auxílio sai hoje (14) para os nascidos em agosto

+ Cunhado de Maradona morre de Covid-19 na Argentina

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?