Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

O rapper americano Kendrick Lamar fechará a cortina do festival de música Glastonbury no Reino Unido neste domingo (26), depois que Paul McCartney apresentou os clássicos dos Beatles no sábado com Bruce Springsteen e Dave Grohl.

McCartney, que completou 80 anos na semana passada, tornou-se a maior atração do palco principal. Ele se juntou a Springsteen para cantar “I Wanna Be Your Man” e o ex-membro do Nirvana Grohl para “I Saw Her Standing There”. Clássicos apresentados pelo membro dos Beatles incluíram “Can’t Buy Me Love”, “Love Me Do”, “Blackbird”, “Helter Skelter”, “Let It Be” e “Hey Jude”.

Quase 100.000 pessoas compareceram ao festival e parabenizaram o cantor com uma música de aniversário. Foi “uma das performances mais emocionantes e inspiradoras de Glastonbury …”, escreveu o jornal Sunday Telegraph sobre a performance de McCartney.

Na sexta-feira, o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, participou do festival por videochamada e exortou os participantes a se unirem para acabar com o conflito com a Rússia.

A pandemia de coronavírus obrigou os organizadores a cancelar as duas últimas edições do festival, criado em 1970, um dia após a morte do cantor e guitarrista americano Jimi Hendrix. Em 2021, foi substituído por um grande show sem plateia transmitido ao vivo pela internet, com os roqueiros britânicos Wolf Alice, o trio de pop rock Haim e os veteranos do festival Coldplay.

Os ingressos foram esgotados este ano. A maioria deles foi destinada a quem havia cancelado ingressos para edições anteriores. O projeto incluía nomes como Billie Elish, Diana Ross, o cantor do Led Zeppelin Robert Plant, a cantora e compositora neozelandesa Lorde e a dupla de electro-pop Pet Shop Boys