Ex-líder do Governo Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros – também ex-ministro do Governo Temer – mostrou seu prestígio hoje num almoço no qual recebeu bancadas suprapartidárias numa casa na Península dos Ministros. O prato principal foi o tradicional Barreado (carne assada desfiada e ensopada) do Paraná.

A festa concorrida, preparada por aliados, recebeu mais de 150 pessoas, entre eles senadores, deputados, e os ministros André Fufuca (Esportes) e Alexandre Padilha (Palácio). Gente do PT, MDB, PSD e outros partidos de Centro. Michel Temer e Jair Bolsonaro telefonaram para parabenizá-lo. Apareceram por lá também os ex-ministros General Ramos (Bolsonaro) e Carlos Marun (Temer).

Evento contou com a presença de Waldemar Costa Neto
Evento contou com a presença de Waldemar Costa Neto (Crédito: Wilson Filho) (Crédito:Wilson Filho)

O evento serviu de cartão de visita para uma eventual candidatura de Barros ao Senado pelo Paraná, caso o senador Sergio Moro seja cassado pelo TSE por irregularidades na prestação de contas da campanha em 2022. Há um movimento intenso no Congresso em torno da situação de Moro – que foi algoz de muitos políticos, quando juiz. Moro se segura no cargo.


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias