Cultura

Fernando Rocha conta como reinventou carreira ao sair da Globo após quase 30 anos

Como se reinventar depois de quase trinta anos trabalhando na mesma empresa? Parece uma tarefa difícil quando é imposta, quando sair do cargo não é por vontade própria. E foi assim com Fernando Rocha, apresentador do Bem Estar ao lado de Mariana Ferrão, e que deixou a TV Globo em fevereiro do ano passado. Há quase 30 anos na emissora, ele não sabia o que faria a partir daquele momento.

Fernando Rocha carregou por anos o humor como marca registrada em seu trabalho como jornalista. Em 2018, um encontro inusitado entre ele e Sérgio Mallandro gerou memes e comentários nas redes sociais. “A gente é o que faz e também faz o que a gente é. O humor sempre fez parte da minha rotina. É orgânico. Tudo o que eu fiz e tudo o que ainda vou fazer sempre vai ter essa característica. Quanto ao encontro com o Sérgio foi mais um meme pra coleção. Natural né?”, brinca Fernando Rocha em entrevista ao Estadão.

Após sair da Globo, Fernando Rocha percebeu que a alegria que lhe é peculiar, o pensamento positivo e a sua energia poderiam servir para um propósito. Foi então que decidiu escrever o livro Como ser leve em um mundo pesado, lançado pela Editora Rocco, nesta sexta-feira, 30.

“A busca e o encontro do propósito é algo mais simples do que parece. Aristóteles criou uma definição ótima já faz muito tempo: propósito é quando seus talentos se encontram com as necessidades do mundo. É algo que você sabe fazer e que o mundo precisa. Simples assim”, afirma o jornalista quando foi perguntado sobre o que pretende semear no coração dos leitores.

O jornalista reuniu, na publicação, cinco aprendizados nesse período de mudança pessoal: perceber os sinais, ter iniciativa, rir de si mesmo, ser resiliente e conhecer as próprias emoções.

Atualmente, Rocha também é influenciador digital e participa de “lives” e palestras sobre saúde e bem-estar. Os oito anos comandando um programa de TV sobre essa temática ajudaram. “Um jornalista de TV é também um ‘generalista’. Durante essas três décadas na Globo, passei pelas editorias de quase todos os jornais da casa. Trabalhei em Belo Horizonte, no Rio, em Recife e em São Paulo. Além do esporte, fui também repórter de trânsito, de comunidade, de tudo mesmo. Quando fui chamado para o Bem Estar, eu encarei como mais um dos muitos desafios que tive. Mas é claro que o contato diário com médicos de diferentes especialidades é uma experiência bem diferente da rotina de qualquer redação”, lembra.

Com uma palestra baseada em seu primeiro livro – Na medida do possível (ou quase) -, um manual sobre a vida saudável, ele viajou pelo Brasil dividindo suas histórias e superações: dos treinos diários para a Dança dos Famosos, do Domingão do Faustão, até o regime-reportagem que o fez eliminar quase 20 quilos em dois meses.

Agora, em 2020, a pandemia do novo coronavírus fez com que o jornalista refletisse: “Mudar é um processo natural e inevitável. Nessa mudança, dor e medo são partes integrantes do processo e não podem ser vendidos separadamente. Embora seja uma experiência muito pessoal, existem pontos em comum nesse aprendizado que podem ser úteis pra todo mundo. O clique é de cada um, mas a virada de chave é a mesma. Por isso eu decidi escrever esse livro”, diz Fernando Rocha no primeiro capítulo do livro.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel