Esportes

Fernando Diniz elogia postura dos meninos do São Paulo em Maceió: ‘Time cascudo’

Embora o jogo contra o CSA não tivesse nenhum valor prático para o São Paulo, Fernando Diniz ficou bastante feliz com a vitória por 2 a 1 sobre o clube alagoano, em Maceió. Isso porque o time de garotos que ele escalou não só mostrou um bom futebol como teve cabeça para jogar o segundo tempo todo com um jogador a menos.

No começo da etapa final, Helinho levou o segundo cartão amarelo na partida e foi expulso. Diniz considera que a expulsão não foi correta, mas reconhece que ela deu aos meninos a chance de exibir sua vontade de vencer. “No segundo tempo, quando houve a injusta expulsão do Helinho, tivemos um domínio no sentido de sermos um time cascudo com os moleques. Passou a ser um jogo mais mental, os meninos mostraram muita maturidade”, elogiou o treinador.

O treinador são-paulino afirmou que não ficou nem um pouco surpreso com o bom desempenho da jovem equipe que colocou no gramado do Rei Pelé. No primeiro tempo, o São Paulo dominou completamente a partida e poderia até mesmo ter conseguido uma goleada sobre o CSA.

“A minha visão do jogo é muito positiva. O primeiro tempo foi excelente nas partes técnica e tática, com reações rápidas na hora em que o time perdia a bola. A base dos que saíram jogando está treinando comigo desde que eu cheguei, tinha segurança”, afirmou.

Segundo o meia Igor Gomes, capitão da equipe em Maceió, a vitória valoriza o trabalho feito no CT de Cotia, celeiro de jogadores do São Paulo. “Cotia é uma escola muito boa. O pessoal vem para cá muito orientado. O que eu podia falar como capitão era passar confiança para os companheiros. Eu tinha de passar confiança para eles se divertirem”, disse o jogador.