Geral

Fernando de Noronha finaliza instalações de hospital de campanha

A Administração de Fernando de Noronha, com o apoio da Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco, finalizou as instalações de um hospital de campanha montado na ilha como medida preventiva para atendimento exclusivo de pacientes confirmados ou com suspeita de covid-19. “O objetivo é separar os pacientes contaminados daqueles que precisam ir ao hospital São Lucas para outro tipo de atendimento, evitando o risco de contágio”, explica Natália Campelo, gestora de média complexidade, da Superintendência de Saúde da ilha.

Com 253 m², a unidade foi implantada em uma área adaptada da Escola Arquipélago e já está pronta para entrar em funcionamento, com 6 leitos e equipamentos de monitoramento, separados por divisórias com distanciamento de segurança suficiente. Para possibilitar o atendimento a pacientes com quadro mais grave, a Superintendência de Saúde conta com cinco respiradores que foram adquiridos pela Administração, com o apoio da Secretaria de Saúde do Estado.

Fernando de Noronha tem 28 casos confirmados de covid-19, com 12 pacientes já recuperados. Os demais estão em quarentena, em isolamento domiciliar. “Nossa esperança é de que o hospital de campanha não precise ser utilizado mas, caso haja necessidade, a população terá a garantia de atendimento”, explica o Administrador da ilha, Guilherme Rocha. A Administração também iniciou a contratação de profissionais de saúde para reforçar a equipe na ilha. Já estão em Noronha mais dois médicos e um enfermeiro. Ao todo serão contratados seis médicos, seis enfermeiros e três técnicos de enfermagem.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Fotos íntimas de apresentadora italiana são vazadas em aplicativos de mensagens no Brasil
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Conheça os quatro tipos de carros híbridos e suas diferenças
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior