Esportes

Felipe Meligeni leva virada e Brasil fica sem representantes em Roland Garros

Pela 1ª vez em 49 anos, país não terá nenhum representante na chave de simples masculina

Felipe Meligeni leva virada e Brasil fica sem representantes em Roland Garros

Felipe Meligeni Alves, número 2 do Brasil e 190º do mundo, caiu na segunda rodada do qualificatório de Roland Garros, ao levar virada do português Nuno Borges. Com a queda de Felipe, o Brasil não terá representante no torneio pela primeira vez em 49 anos.


O campineiro lutou por 2h16, mas parou no número 2 de Portugal e 126º do mundo, com placar de 6/7 (5) 7/6 (3) 6/2 tendo convertido um ace contra 18 de Borges, que cometeu sete duplas-faltas contra uma do brasileiro, que cometeu 28 erros não-forçados contra 30 do português, que disparou 41 bolas vencedoras contra 24 de Felipe Meligeni, que ainda venceu 69% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 77% de aproveitamento do lusitano.

Com a queda de Felipe Meligeni Alves e também de Thiago Monteiro, João Menezes e Thiago Wild nesta terça-feira, o Brasil não terá um representante na chave masculina de simples pela primeira vez desde 1973.

Em busca de uma vaga inédita na chave principal em Paris, Nuno Borges encara o húngaro Zsombor Piros, 189ª, que venceu com certa tranquilidade o bielorrusso Egor Gerasimov, 146º, com um duplo 6/4.

Este será o primeiro confronto no circuito profissional entre Borges e Piros. O húngaro também busca classificação inédita à chave em Paris.

O jogo

A partida começou com o brasileiro trabalhando firme em seus games de saque e na devolução de segundo serviço do português quebrou de zero no 2º game, abriu 3/0 e foi tentando administrar. No 7º game, foi a vez de Borges se aproveitar de um game ruim de saque de Meligeni Alves, devolveu a quebra de zero e empatou a parcial a empurrando para o tiebreak. Nele, o português abriu 4/2 com mini-quebra, mas levou a virada, com mini-quebras nos 7º e 11º pontos.

O segundo set começou com os tenistas trocando quebras nos dois primeiro games após longas disputas e alguns erros dos dois lados. O jogo voltou a se equilibrar e Borges salvou dois breakpoints no 5º game e viu o brasileiro salvar um no 11º game. Assim, mais uma disputa foi para o tiebreak, e nela Borges abriu 2/0, tomou devolução de mini-quebra no 4º game, mas empatou o jogo ao conquistar mini-quebras nos 7º e 10º pontos.

Felipe Meligeni Alves abriu o set decisivo cometendo alguns erros em seu saque e foi quebrado. Borges abriu 2/0 e foi administrando, forçando seu saque. A definição veio em um bom game de devolução do português, que conquistou nova quebra no 7º game e sacou firme para a partida.