Esportes

Federer salva sete ‘match points’ e avança às semis na Austrália

O suíço Roger Federer, número 3 do mundo, se classificou nesta terça-feira para as semifinais do Aberto da Austrália após vencer uma batalha de cinco sets contra o americano Tennys Sandgren (Nº 100 da ATP), depois de salvar sete ‘match points’ no quarto set.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

Federer, 38 anos, que sofria visivelmente algum incômodo físico, venceu com parciais de 6-3, 2-6, 2-6, 7-6 (10/8) e 6-3, em uma partida que durou 4 horas.

A vitória difícil se soma aos cinco sets e 3h31 que precisou para derrotar o australiano John Millman na terceira rodada.

Nas semifinais, o suíço enfrentará o vencedor da partida entre o sérvio Novak Djokovic (Nº2) e o canadense Milos Raonic (35).

“Hoje tive uma sorte incrível, fui melhorando meu jogo à medida que a partida avançava e que diminuía a pressão”, declarou Federer, que salvou três match points quando perdia por 5-4 e outros quatro, três deles consecutivos, no tie-break do quarto set.

“Hoje não merecia a vitória, mas aqui estou e evidentemente muito feliz”, completou Federer.

“Eu disse apenas: acredito em milagres”, comentou, em referência ao momento em que a derrota parecia inevitável.

“Às vezes você se sente estranho. Sentia uma dor na virilha… Não gosto de recorrer ao médico, não gosto de mostrar minhas fraquezas”, disse Federer.

No segundo e terceiro sets, Federer demonstrou nervosismo e discutiu com o árbitro por uma advertência. Depois solicitou uma pausa médica e deixou a quadra quando perdia por 6-3, 2-6, 0-3.

Depois de ser superado com facilidade no segundo e terceiro sets, o suíço conseguiu sobreviver no quarto set e no quinto retomou o bom jogo para vencer a partida.

“Preciso jogar melhor nas semifinais, porque em caso contrário certamente terei tempo para esquiar”, brincou Federer.

No torneio feminino, a australiana Ashleigh Barty, número 1 do mundo, e a americana Sofía Kenin (15ª da WTA) se classificaram nesta terça-feira para as semifinais do Aberto da Austrália.

Barty venceu a tcheca Petra Kvitova (7ª) por 7-6 (8/6) e 6-2, enquanto Kenin (15ª) superou a tunisia Ons Jabeur (78ª) por duplo 6-4.

ig/ll/zm/bl/fp

Veja também

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é picado no pênis por cobra píton enquanto estava no banheiro

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

Tópicos

2020 ATP AUS tênis WTA