Esportes

Federação Mineira define dias 26 e 30 para decisão entre Atlético e Tombense

De maneira surpreendente, a Federação Mineira de Futebol (FMF) definiu no final da noite desta quarta-feira as datas das decisões do Estadual entre Atlético Mineiro e Tombense. As datas escolhidas são os dias 26 (quarta-feira) e 30 de agosto (domingo).

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

Em princípio, a definição ocorria na quinta-feira, após reunião com os clubes. Desta forma, os finalistas terão jogos remarcados pela CBF no Campeonato Brasileiro.

O Atlético teria jogo no sábado, dia 29, no Mineirão, diante do Athletico-PR pelo Brasileirão. De outro lado, a Tombense receberia em Tombos, também no sábado, o Criciúma pela quarta rodada do Grupo B da Série C.

A Tombense vai jogar por dois resultados iguais, por ter feito na primeira fase a melhor campanha, contra a terceira do Atlético. O time do interior chega pela primeira vez à final depois de vencer duas vezes a Caldense pelas semifinais: 1 a 0 e 2 a 0. O Atlético vai à final do Mineiro pela 14.ª vez consecutiva, um recorde no Estado. Nas semifinais venceu duas vezes o América, por 2 a 1 e 3 a 0.

Veja também

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea