Mundo

FBI colabora em inquérito sobre ataque hacker na Itália


ROMA, 4 AGO (ANSA) – O FBI e a Europol estão colaborando com a Polícia Postal da Itália no inquérito sobre o ataque hacker que atingiu a central de dados do governo do Lazio, região mais populosa do país.   

O objetivo da cooperação é cruzar informações obtidas no exterior para identificar possíveis semelhanças com outras agressões cibernéticas ocorridas nos Estados Unidos e na Europa.   

A investigação é liderada pelo Ministério Público de Roma, capital da Itália e do Lazio, e inclui procuradores do núcleo antiterrorismo. O que se sabe até agora é que o ataque começou com a violação da conta de um funcionário regional que estava em home office.   

A partir daí, os hackers teriam conseguido chegar a um administrador de rede e se infiltrar no sistema da Central de Elaboração de Dados do Lazio. Em seguida, ativaram um mecanismo que criptografa os arquivos.   

Em entrevista coletiva na última segunda-feira (2), o governador Nicola Zingaretti definiu o ataque cibernético como uma “ação terrorista”, embora a ofensiva ainda não tenha sido reivindicada.   

O ataque mirou sobretudo o sistema de saúde regional e forçou o governo a tirar do ar a plataforma de agendamento de vacinação contra o novo coronavírus. (ANSA).   

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago