Geral

Falta de punição para quem financia fake news é falha no texto do Senado, avalia deputado

Crédito: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

O deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) afirmou em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo que ausência de um mecanismo para identificar e punir quem financia fake news é uma das falhas do projeto de lei aprovado pelo Senado. O texto agora será votado na Câmara.

De acordo com o parlamentar, mudanças nos dispositivos permitiriam coleta de dados de usuários para evitar o que chamou de “big brother”. Orlando foi escolhido para coordenar um grupo informal de deputados que debate os principais pontos da proposta.

As discussões para a votação do projeto de lei sobre fake news começaram nesta semana na Câmara. O primeiro de dez encontros foi realizado na segunda-feira (13). Na abertura, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o objetivo é fechar um texto de consenso, “melhor” do que o aprovado pelo Senado.

O objetivo do PL é combater comportamentos ilícitos e notícias falsas, em um texto de consenso que evite a proliferação e ataques provocados por conteúdos enganosos, mas sem ferir a liberdade de expressão.

A proposta polêmica foi aprovada no fim do mês passado pelos senadores e tem dividido, principalmente, a opinião dos representantes das plataformas sociais, que temem a instauração de censura nas redes.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

*Com informações da Agência Estado

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?