Esportes

Fala homofóbica de sertanejo Zé Neto sobre o São Paulo gerou climão com cantora em live

De acordo com portal, Luíza também se incomodou com fala preconceituosa durante apresentação. Ela namora com a ex-BBB Marcela McGowan, ativista dos direitos LGBTQIA+

Fala homofóbica de sertanejo Zé Neto sobre o São Paulo gerou climão com cantora em live

O cantor Zé Neto, da dupla sertaneja com Cristiano, causou polêmica após uma prática homofóbica, neste sábado, vestindo o uniforme do São Paulo. Ao perder uma aposta, o artista torcedor do Palmeiras começou a “imitar” uma pessoa homossexual. De acordo com o portal Metrópoles, o desrespeito gerou desconforto durante a apresentação. Diferente de outros cantores que estavam na live, promovida pela cervejaria Brahma, a artista Luíza, da dupla sertaneja com Maurilio, teria ficado incomodada com a frase. Ela é namorada da ex-BBB Marcela McGowan, que é uma ativista pelos direitos LGBTQIA +. Em determinado momento do vídeo, compartilhado por internautas nas redes sociais, a cantora deixa a live com cara de poucos amigos.

Segundo o site, Luíza ainda volta para cantar “S de Saudade” com a dupla tempo depois. Antes disso, muitos internautas perceberam que a artista havia deixado o espaço. Alguns cogitaram que seria uma rápida ida ao banheiro. A falta de educação do conhecido cantor sertanejo contou até com um pedido de desculpas ainda na apresentação. Zé Neto fez gestos e falas pejorativos para “aparentar imitar um homossexual”.

– Preciso falar. Isso aqui foi uma brincadeira, o negócio da camisa. O pessoal brinca, tudo mais. Sei que existem as causas, existem pessoas na minha família que são de outras opções sexuais, a gente respeita todo mundo – disse ele ao desrespeitar. Uma pessoa ainda interrompe ele, explicando que não é uma “opção”.

https://www.instagram.com/tv/CPzS6CWN7Pa/

Nas redes sociais, as falas do cantor não ficaram livre de lamentos. Somente no Brasil, de acordo com dados do Grupo Gay da Bahia (GGB), divulgado em 2019, o país registra uma morte por homofobia a cada 23 horas. Em homenagem ao Mês do Orgulho LGBTQIA+, Luíza chegou a cantar no programa “Parada Ao Vivo GNT”, neste domingo, e pediu por mais respeito.

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago