Esportes

‘Fake news’ sobre morte de Nego Ney repercute nas redes sociais

Torcedor mirim, que virou xodó da torcida do Flamengo ,foi alvo de boatos de que estaria desaparecido no Rio de Janeiro e notícia gerou comoção entre fãs do futebol 

‘Fake news’ sobre morte de Nego Ney repercute nas redes sociais

 

A torcida do Flamengo viveu momento de apreensão na manhã desta sexta-feira. Notícias sobre um suposto desaparecimento do xodó dos arquibancadas Nego Ney, ganhou força nas redes sociais. As informações, no entanto, não passavam de boatos. O menino não está sumido e nem morto.

A confusão teve início em razão do desaparecimento de outra criança, que tem aparência similar a do pequeno flamenguista . O jovem Kallebe, é quem estaria sendo procurado por familiares.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Dia de fotografar e matar a saudade do meu tio @gabigol , para nova coleção da @kenner. Obrigado pelo convite, estou ansioso para o lançamento ❤️ #kenner #redefina #gabigol #avoltadonegoney #gratidao #lançamento #riodejaneiro #funk #artista

Uma publicação compartilhada por Nego Ney (@negoneyoficialmc) em 11 de Set, 2020 às 3:52 PDT

Famoso pelo hit “Bigodin Finin”, o jovem MC de 14 anos, não foi mais visto após sair para tomar banho de rio em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. O Corpo de Bombeiros foi acionado e realiza buscas no local. Assim como Nego Ney, ele também ficou conhecido depois de ter vídeos que viralizaram na web em 2018,.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel