Esportes

Faixas, mosaico, cantos e fumaça: Flamengo tenta transformar ambiente do Maracanã

Diretoria rubro-negra se mobilizou para tornar a atmosfera da final do Carioca mais próxima dos momentos pré-pandemia 

Faixas, mosaico, cantos e fumaça: Flamengo tenta transformar ambiente do Maracanã

Por conta dos protocolos de segurança no combate à COVID-19, o Flamengo não pôde contar com a sua torcida na decisão do Carioca, nesta quarta. Contudo, a diretoria se mobilizou para tornar o ambiente do Maracanã o mais próximo possível do que se costumava encontrar no estádio antes da pandemia. Mandante diante do Fluminense, o clube enfeitou as arquibancadas, realizou um mosaico e até recepção com fumaça na entrada do time.

No Setor Norte, onde costumam ficar a parte mais empolgada da Nação, as torcidas organizadas e embaixadas espalharam suas faixas e bandeiras – mais de 30, deixando o estádio rubro-negro. Na arquibancada central, um mosaico foi preparado com a seguinte mensagem: “42 milhões com vocês”, referindo-se ao número de torcedores do Flamengo no Brasil.

Outra ação do clube foi a utilização do sistema de som com cantos das torcidas, desde o aquecimento das duas equipes no gramado. Quando o time de Odair Hellmann veio ao campo para a partida, vaias. Quando os comandados de Jorge Jesus subiram, aplausos e fumaça.

Até o tradicional canto em homenagem ao treinador português pôde ser ouvido: “Olê, olê, olê, olê… Mister! Mister!”. A bola rolou às 21h, pelo jogo de volta da decisão. Na ida, vitória rubro-negra por 2 a 1.

+ Consulado chinês nos EUA é fechado e provoca nova crise
+ As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

Veja também

+ Luísa Sonza abre jogo sobre comentários machistas que recebe na internet

+ Marcos sai em defesa de Marcelinho e questiona Casagrande: ‘Que democracia é essa?’

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Simaria posa com vestido sensual e arranca suspiros

+ Namorada de Marco Verratti exibe fotos sensuais

+ Lívia Andrade posa de fio dental

+ Google permite ver animais em 3D com realidade aumentada

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?