Tecnologia & Meio ambiente

Facebook desafia YouTube ao incorporar vídeos musicais em sua plataforma

Facebook desafia YouTube ao incorporar vídeos musicais em sua plataforma

O Facebook anunciou nesta sexta-feira (31) a incorporação de vídeos musicais licenciados em sua rede social nos Estados Unidos, em competição direta com o YouTube, que concentra a maior parte do tráfico de clipes de cantores e músicos na internet.

Os usuários poderão acessar clipes de músicas oficiais no Facebook, que oferecerá conteúdo de artistas do mundo todo.

“Com clipes oficiais no Facebook, estamos criando novas experiências que vão além só assistir ao vídeo”, declarou o vice-presidente de Desenvolvimento da rede social, Vijaye Raji.

“Continuaremos trabalhando com nossos sócios para construir uma experiência social única e levar a música a formas em que as pessoas se conectem e compartilhem”.

O serviço de “music experience” do Facebook já está disponível na Índia e na Tailândia, e fará sua estreia neste fim de semana nos Estados Unidos.

Também haverá listas temáticas, como nos serviços de streaming (Spotify, Deezer).

A rede social lançou este serviço nos Estados Unidos em associação com gravadoras como Sony Music Group, Universal Music Group, Warner Music Group e BMG.

Os clipes contribuíram em peso para o crescimento do YouTube, a plataforma de vídeos do Google que conta com mais de dois bilhões de usuários mensais.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel