Fluminense e Juventude fizeram um jogo equilibrado neste sábado e empataram por 1 a 1 no Maracanã, no Rio, pela sétima rodada do Brasileirão. O time carioca aumentou o jejum de vitórias na competição em jogo que marcou o retorno dos gaúchos aos gramados após mais de um mês por conta das enchentes que afetam o Rio Grande do Sul.

O Fluminense saiu na frente do placar com gol de pênalti de Marcelo, mas sofreu o empate com Jadson após falha individual de Fábio, que tentou sair jogando.

O resultado não deixou a torcida carioca nada satisfeita, que vaiou o time após o apito final. Agora são quatro jogos sem vencer, com duas derrotas, dois empates e seis pontos.

O último jogo do Juventude tinha sido em 28 de abril, quando empatou por 1 a 1 com o Athletico. Há três jogos sem vencer, o time gaúcho também com seis pontos.

A primeira finalização foi do Juventude com Marcelinho, fora da área, mas Fábio defendeu sem problemas. Depois, Nenê quase abriu o placar. Ele carregou pelo lado direito e chutou de chapa no canto oposto, mas a bola bateu na trave.

O Fluminense respondeu com jogada iniciada com Marcelo. Ele cruzou para Cano, que dominou e chutou cruzado para grande defesa de Gabriel.

No final, o Fluminense teve um pênalti a seu favor após Thiaguinho chegar atrasado em Martinelli. Na cobrança, Marcelo converteu, apesar de o goleiro Gabriel quase defender. Ainda deu tempo de Cano chutar forte de fora da área para outra defesa de Gabriel.

O Juventude voltou para o segundo tempo determinado a empatar e exerceu pressão. Mesmo assim, o Fluminense conseguiu controlar o jogo até os 21 minutos, quando sofreu o empate por falha individual de Fábio. O experiente goleiro tentou sair tocando dentro da área, mas Jadson interceptou e só completou para o gol.

Com as substituições, o Juventude seguiu enfrentando o Fluminense de igual para igual. Uma das entradas, porém, não foi boa. Popó entrou aos 30 minutos e logo recebeu cartão amarelo por matar um contra-ataque. Aos 39, levou o segundo amarelo por chutar a bola quando o jogo já estava parado, sendo expulso.

Na sequência, John Kennedy chutou dentro da área e levaria muito perigo, mas Danilo Boza entrou na frente para fazer o corte. Apesar da pressão carioca nos últimos minutos, o placar terminou mesmo empatado por 1 a 1.

Os dois times terão um bom tempo para recuperarem seus elencos até a oitava rodada. O Juventude entra em campo na terça-feira (dia 11), às 19h, quando recebe o Vitória no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). Mais tarde, às 20h, o Fluminense fará o clássico com o Botafogo no Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 X 1 JUVENTUDE

FLUMINENSE – Fábio; Marquinhos, Marlon, Felipe Melo (Thiago Santos) e Marcelo (Renato Augusto); Alexsander (Diogo Barbosa), Martinelli e Ganso; Arias, German Cano e Keno (John Kennedy). Técnico: Eduardo Barros (auxiliar).

JUVENTUDE – Gabriel; João Lucas, Danilo Boza, Zé Marcos e Alan Ruschel; Thiaguinho (Luís Oyama), Jadson e Nenê (Luis Mandaca); Lucas Barbosa (Popó), Erick (Gilberto) e Marcelinho (Rildo). Técnico: Roger Machado.

GOLS – Marcelo, aos 41 minutos do primeiro tempo. Jadson, aos 21 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS. Martinelli e Ganso (Fluminense). Zé Marcos, Jadson e Popó (Juventude).

CARTÃO VERMELHO – Popó (Juventude).

ÁRBITRO – Matheus Delgado Candançan (SP).

RENDA – R$ 1.078.393,00.

PÚBLICO – 18.943 pagantes (21.037 presentes).

LOCAL – Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).