Esportes

Expulso em primeiro Gre-Nal, Musto quer apagar erro: ‘Vontade de jogar’

Expulso em seu primeiro Gre-Nal, o volante Damián Musto acredita que o resultado negativo pela semifinal do Campeonato Gaúcho foi importante para o crescimento da equipe na temporada. Nesta quinta-feira, os arquirrivais se enfrentam pela segunda rodada do Grupo E da Copa Libertadores da América na Arena do Grêmio.

“Cada partida, cada clássico, é diferente. Eu tive um episódio particular no meu primeiro Gre-Nal, que foi determinante no resultado. Acredito que o nosso time seguiu crescendo depois disso. Sofremos um golpe importante. Acho que o time conseguiu assimilar isso para seguir melhorando”, afirmou Musto.

O argentino recebeu o segundo cartão amarelo e consequentemente foi expulso no final do primeiro tempo do Gre-Nal. Com um jogador a menos, o time do técnico Eduardo Coudet perdeu para o Grêmio por 1 a 0, com um gol de Diego Souza, e ficou fora da final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho.

Agora os rivais entram em campo brigando pela liderança do grupo. Inter e Grêmio derrotaram Universidade Católica e América de Cali, respectivamente, na estreia na Libertadores. “Não é uma revanche. Perdemos o outro jogo e não tem como recuperar. Não era uma competição de ida e volta. É outro jogo, com outras consequências. Nós queremos ganhar e vamos buscar isto”, avisou Musto.

Apesar de negar o sentimento de revanche, o volante afirmou que o elenco do Inter aguardava ansiosamente o reencontro com o Grêmio. A equipe de Coudet passou por duas fases de mata-mata do torneio continental para se garantir na etapa de grupos, se posicionado na mesma chave do rival.

“O clássico é um jogo à parte. É importante ganhar. Independentemente da análise futebolística, não vencemos no nosso primeiro encontro este ano, fomos derrotados. O grupo queria reencontrar o rival o mais rápido possível. Pessoalmente, tenho muita vontade de jogar”, afirmou o argentino. “É uma partida que vale muita coisa para os dois times. Todos os jogadores, a cidade e todo o continente vão assistir a este jogo. Sabemos que vai entrar para a história da Libertadores. Estamos preparados.”

Para o Gre-Nal, Coudet tem duas dúvidas. Na lateral-esquerda, Moisés fica à disposição e disputa posição com Uendel. No setor de ataque, D’Alessandro e Thiago Galhardo brigam pela vaga ao lado de Paolo Guerrero.