Cultura

Exposição de Tutancâmon é a mais visitada na história de Paris

Exposição de Tutancâmon é a mais visitada na história de Paris

Estátuas da exposição 'Tutancâmon, o tesouro do faraó', fotografadas em 21 de março no complexo La Villette, ao norte de Paris - AFP/Arquivos

A exposição “Tutancâmon, o tesouro do faraó” em Paris recebeu mais de 1,3 milhão de visitantes desde sua inauguração em março, o que a torna a mais visitada da história da capital francesa.

“O número de ingressos vendidos para a exposição excedeu 1,3 milhão, passando o o número de visitas da amostra ‘Tutancâmon e seu tempo’, de 1967, que atraiu 1,2 milhão de visitantes ao museu Petit Palais, também em Paris, e cujo recorde não havia sido ultrapassado até agora”, comemoraram os organizadores do evento nesta terça-feira.

A exposição, ficará aberta até 22 de setembro, foi primeiramente realizada em Los Angeles (710.000 visitantes) com objetos procedentes do Cairo.

Viajará depois para Londres e, em seguida, Sydney.

Um terço das 150 peças é exibida pela primeira vez fora do Egito e exposta no meio de um cenário imersivo que procura levar o espectador aos mistérios que cercam a figura de um dos últimos soberanos da 18ª dinastia do Egito Antigo, coroado aos 9 anos.

Todos os objetos vêm da tumba de Tutancâmon, descoberta em 1922 pelo arqueólogo britânico Howard Carter, no Vale dos Reis, um dos achados mais midiácos da história, que deu origem à “Tutancomania”, com filmes, livros e todos os tipos de itens à venda.

Após sua turnê internacional, as 150 exposições retornarão ao Cairo para se juntar ao novo Grande Museu Egípcio.