Economia

Exportação de carne bovina em agosto cresce 19,4% ante agosto de 2019, diz Abiec

As exportações de carne bovina in natura e processada avançaram 19,4% em agosto deste ano na comparação com o mesmo mês de 2019, para 191.189 toneladas, informou a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec) com base em dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia. Já o faturamento avançou 14,5% na mesma comparação, para US$ 757 milhões.

A entidade alerta, porém, que na comparação de agosto de 2020 com o mês anterior, julho, o volume embarcado caiu 1,5% e a receita recuou 2,7%.

No acumulado dos oito primeiros meses de 2020, o volume embarcado subiu 12,3% na comparação anual, para 1,294 milhão de toneladas. Já o faturamento no período avançou 23,3%, para US$ 5,46 bilhões.

Entre janeiro e agosto, o volume embarcado para a China foi de 529.975 toneladas, segundo a Abiec, um avanço expressivo de 145,4% na comparação com o mesmo período de 2019. Só no mês de agosto, os embarques para o país asiático aumentaram em 98,1%, para 78.253 toneladas.

Os Estados Unidos também aumentaram a compra da proteína bovina brasileira: mês passado, os norte-americanos compraram 7.082 toneladas, aumento anual de 89,7%.

Em nota, o presidente da Abiec, Antonio Jorge Camardelli, afirma: “A China segue puxando o volume exportado, mas outros mercados também vêm registrando aumento na demanda como é o caso dos Estados Unidos e Filipinas.”

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel