Mundo

Explosão em Gana deixa pelo menos 17 pessoas mortas

ACCRA, 21 JAN (ANSA) – Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 59 ficaram feridas na detonação de um caminhão que carregava explosivos em Bogoso, no oeste de Gana, na última quinta-feira (20).   

De acordo com as autoridades locais, a tragédia aconteceu em Appiatse, a cerca de 300 quilômetros de distância de Accra, capital deste país africano riquíssimo em recursos minerais.   


Kojo Oppong-Nkrumah, ministro da Informação de Gana, comentou que a explosão teria acontecido logo depois do caminhão ter colidido com uma motocicleta. O acidente, que envolveu um terceiro veículo, ocorreu bem perto de um transformador elétrico.   

Em virtude da grande explosão, cerca de 500 casas tiveram suas estruturas afetadas e algumas acabaram sendo totalmente destruídas. Além disso, uma grande cratera foi aberta no local do acidente.   

Entre as 59 pessoas feridas na tragédia, pouco mais de 40 foram hospitalizadas e algumas delas estão em estado crítico de saúde, de acordo com o ministro ganês.   

“Para evitar uma segunda explosão, uma equipe especialistas da polícia e do exército foi enviada para investigar a situação e implementar medidas de segurança”, informou o governo local.   

O presidente de Gana, Nana Akufo-Addo, afirmou que o incidente foi “verdadeiramente triste, infeliz e trágico” e expressou suas “profundas condolências às famílias dos falecidos”.   

Graves acidentes ligados ao setor de mineração são frequentes em Gana, que é o segundo maior produtor de ouro da África, atrás somente da África do Sul. No entanto, eles são causados principalmente pelo colapso de minas, muitas vezes ilegais.   

(ANSA).