Geral

Experts divergem sobre eficácia do método fônico

Especialistas em alfabetização avaliaram minuta de decreto elaborado pelo Ministério da Educação (MEC) que indica que a alfabetização no Brasil deverá priorizar o método fônico – no qual as crianças precisam identificar os segmentos de som que formam uma palavra. A minuta, ainda não publicada, foi obtida pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Os especialistas apontam que essa é uma visão limitada e mecânica e afirmam que o MEC não deveria adotar método único. Para Patrícia Diaz, que trabalha com formação de professores, o decreto tem uma “visão tecnicista”, abandonada no fim dos anos 1990. A especialista Cisele Ortiz completa que o texto estimula uma visão “com base em treinamento e memória”.

Presidente do Instituto Alfa e Beto, João Batista Oliveira é um dos poucos defensores do método fônico e teve reuniões no MEC. “O código alfabético é abstrato, não é natural aprendê-lo”, avalia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica