Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Um palestino morreu nesta quarta-feira durante uma operação do exército israelense em Jenin, norte da Cisjordânia, informaram fontes palestinas.

Mohammad Marei, de 25 anos, morreu ao ser atingido por um tiro no peito, anunciou o ministério palestino da Saúde.

A agência palestina Wafa também informou que soldados israelenses o mataram durante uma operação em Jenin, norte da Cisjordânia ocupada.

O exército israelense informou que os soldados prenderam dois palestinos “procurados por atividades terroristas” em Jenin.

“Durante as operações, vários suspeitos jogaram artefatos explosivos contra os soldados, que responderam com tiros”, afirmou o exército em um comunicado.

Um palestino foi atingido pelos tiros, acrescenta o comunicado sem revelar mais detalhes.

O exército israelense intensificou nas últimas semanas as operações em Jenin, cujo campo de refugiados é um reduto das facções armadas palestinas, de onde procedem alguns dos autores dos recentes atentados em Israel.

Desde o fim de março, as forças israelenses realizam operações quase diárias na Cisjordânia, após uma série de ataques de palestinos e árabes israelenses em Israel e na Cisjordânia que mataram 19 pessoas, a maioria civis.

Nas operações do exército israelense, pelo menos 48 palestinos e três agressores árabes israelenses foram mortos – alguns deles membros de grupos armados -, mas também civis, incluindo uma famosa jornalista palestina que cobria uma operação em Jenin.