Mundo

Exército etíope ameaça a capital do Tigré com ataque ‘implacável’

Exército etíope ameaça a capital do Tigré com ataque ‘implacável’

Cerca de 36.000 etíopes chegaram ao Sudão, segundo a Comissão de Refugiados do país vizinho - AFP

O exército etíope alertou neste domingo (22) sobre um iminente ataque contra Mekele, a capital da região dissidente do Tigré e sede do governo local, ao qual o governo federal tenta derrubar, pedindo à população civil que fuja enquanto é tempo.

“A próxima batalha decisiva será cercar Mekele com tanques”, destacou o porta-voz militar Dejene Tsegaye à imprensa do governo, ameaçando estabelecer um local na cidade, bastião do Frente de Libertação do Povo do Tigré (TPLF), que controla a região.

Este porta-voz dirigiu-se ao meio milhão de habitantes da cidade: “Salvem-se. Foram dadas as diretrizes para afastar-se do conselho, então não haverá mais a menor misericórdia”.

Prêmio Nobel da Paz 2019, o primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed, lançou essa operação em 4 de novembro contra o TPLF, acusando-o de tentar desestabilizar o governo federal e de atacar duas bases militares etíopes na região, o que as autoridades do Tigré negam.

No sábado, o governo afirmou que o exército federal avançava para Mekele e já havia tomado sob controle várias cidades, incluindo Aksum e Adigrat, a cerca de 117 km ao norte da capital regional.

Nenhuma afirmação das duas partes pode ser verificada com base em fontes independentes, já que o Tigré está praticamente isolado do mundo.

Não há nenhum balanço preciso dos confrontos, nos quais morreram centenas de pessoas desde 4 de novembro, de acordo com uma fonte independente.

Neste contexto, cerca de 36.000 etíopes chegaram ao Sudão, segundo a Comissão de Refugiados do país vizinho.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel