Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Kasia Gallanio, de 45 anos, ex-princesa do Catar, foi enconttrada morta no último domingo (29) em Marbella, na Espanha, dentro de casa. Ela, que foi casada com Abdelaziz bin Khalifa Al-Thani, tio do emir do Catar, foi encontrada depois de uma de suas três filhas não conseguir contato por dias. As informações são do jornal do O Globo.


+ 31 características de quem é de Gêmeos
+ Influenciadora filipina com tatuagens ‘demoníacas’ é obrigada a passar por exorcismo
+ Astrônomos indicam que passagem estranha da Bíblia pode ser verdadeira

A autópsia do corpo ainda não foi revelada, mas a suspeita da polícia espanhola é de que Kasia morreu por overdose de drogas. Após dias sem responder contatos da filha, uma menor de idade que mora em Paris, a políca foi até o local e a encontrou sem vida.

Kasia, que tinha dupla nacionalidade americana e polonesa, travava intensa batalha judicial pela custódia das filhas do casamento com Al-Thani desde 2012. Um tribunal francês teria rejeitado o pedido dela por dizer que a mulher seria propensa a colapsos nervosos e exigiu uma avaliação psicológica.

A advogada da ex-princesa está na Espanha com as duas filhas mais velhas, ambas de 17 anos, que precisaram identificar o corpo da mãe na última segunda-feira. O ex-marido dela, atualmente com 73 anos, não comentou o ocorrido.