Mundo

Ex-policial de Mineápolis pede novo julgamento após condenação por morte de George Floyd

Ex-policial de Mineápolis pede novo julgamento após condenação por morte de George Floyd

Derek Chauvin


Por Brendan O’Brien

(Reuters) – O ex-policial da cidade norte-americana de Mineápolis Derek Chauvin pediu nesta terça-feira um novo julgamento, segundo registros do tribunal, duas semanas depois que ele foi considerado culpado de homicídio pela morte de George Floyd.

Em uma série de moções apresentada ao juiz distrital Peter Cahill, o advogado de Chauvin, Eric Nelson, disse que seu cliente foi privado de um julgamento justo, acrescentando que houve improbidade da promotoria e do júri, erros jurídicos e que o veredicto era contrário à lei.

Em 20 de abril, um júri de 12 membros considerou Chauvin, de 45 anos, culpado em todas as três acusações que enfrentou depois de três semanas de depoimentos de 45 testemunhas, incluindo transeuntes, policiais e especialistas médicos.

(Reportagem de Brendan O’Brien em Chicago)


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH431C1-BASEIMAGE

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS