Geral

Ex-juiz que escapou de atentado e matou brasileiro em 2018 é morto a tiros

Crédito: Reprodução/Redes Sociais

O advogado e ex-juiz Pedro David Galeano, de 36 anos, que havia sobrevivido a um atentado em julho de 2018, foi morto a tiros na manhã desta quarta-feira (17) em seu escritório em Coronel Oviedo, no Paraguai. As informações são do UOL.

Há mais de 3 anos, Galeano havia reagido a um ataque e acabou matando um dos suspeitos, que era brasileiro. Nessa quarta, o advogado foi alvejado por um homem que chegou ao seu local de trabalho em uma moto.

“O crime ocorreu por volta das 11h20 (no horário local) no interior do escritório de advocacia Galeano Zelaya e Consultores”, diz uma nota da polícia paraguaia ao jornal La Nación.

Ainda de acordo com a polícia local, “os supostos autores seriam do sexo masculino, se deslocaram em uma motocicleta e suas identidades são desconhecidas”. As autoridades investigam o crime.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua