Esportes

Ex-goleiro Victor, do Atlético-MG, não descarta virar técnico de futebol

Crédito: Divulgação/Atlético MG

O ex-goleiro do Atlético Mineiro Victor Bagy, de 38 anos, que atua como gerente de futebol no time do Galo, não descarta fazer novas mudanças na carreira e afirma que está preparado para atuar como técnico de futebol.

Durante a entrevista exclusiva à Live RecordTV Minas, nesta quinta-feira (04), Victor destacou que o foco atual é no cargo que ocupa no time mineiro. “No futebol temos várias áreas de atuação. Hoje eu estou diretamente ligado ao administrativo e operacional, mas também estou ligado à área técnica. Tem sido um aprendizado diário nas duas áreas. Eu também me vejo com o perfil para exercer essa parte técnica. Me preparei para isto. Sou formado em educação física. Fiz cursos na área técnica de gestão”, contou.

Decisivo para a conquista da Libertadores de 2013 do Galo, Bagy revelou que agora, como gestor, a preocupação é maior ao acompanhar as partidas fora de campo. “Hoje eu fico mais tranquilo antes do jogo do que quando era jogador, mas quando a bola rola eu fico mais nervoso do que antigamente. Lá dentro, de certa forma, você tem o controle sobre a situação. De fora, você fica com sensação de impotência. A única coisa que dá para fazer é prestar atenção na partida e dar um feedback para a equipe”, disse.

Victor aproveitou a entrevista para falar sobre a liderança do Galo no Campeonato Brasileiro. O Atlético-MG está 10 pontos à frente do segundo colocado, o Palmeiras. Para o gerente, ainda não é hora de comemorar um possível título. “Ainda temos nove jogos pela frente e devemos pensar que cada jogo é um jogo, mas os números são muito favoráveis e nos deixam cheios de otimismo. Não podemos entrar no clima de que já ganhamos, porque têm adversários qualificados nos perseguindo”, concluiu.