Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

O encontro de dois ex-deputados terminou em agressão na cidade de Londrina (PR). Arthur do Val, conhecido como Mamãe Falei, ex-deputado estadual por São Paulo, foi agrredido pelo ex-deputado federal Boca Aberta com tapas e socos. Nas redes sociais, Arthur disse que foi atrás de Boca Aberta para denunciar supostos escândalos em um momento que conversava com eleitores. O ex-deputado parananese, no entanto, revidou com socos e tapas, além de chamá-lo de “estuprador” e “vagabundo”.

Um homem que acompanhava Arthur do Val chegou a cair no chão depois de apanhar. Ambos seguiram filmando e não reagiram. De acordo com Mamãe Falei, um boletim de ocorrência foi registrado em Londrina.  Nas redes sociais, Boca Aberta fez um vídeo e alegou que foi ameaçado por integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL).

“Vieram aqui ameaçar a família Boca Aberta. Um dos integrantes da quadrilha, que vieram aqui, estava armado, me acuaram os quatro, invadiram aqui o caminhão, junto com o Mamãe Falei, e ameaçaram eu e minha família. Uma gangue, deram fuga na hora que eu chamei a polícia pela rua de trás do gabinete”, afirmou.

Arthur do Val renunciou ao mandato de deputado estadual por SP em abril deste ano, para escapar da cassação, após o vazamento de áudios sexistas relacionados a mulheres ucranianas após viagem feita ao país no início da guerra contra a Rússia.

Boca Aberta, por outro lado, foi cassado após decisão do Tribunal Superior Eleitoral. Ele também foi considerado inelegível por ter sido cassado como vereador, em 2017, por quebra de decoro parlamentar.