Esportes

Ex-CEO do Bahia analisa cenário da pandemia no futebol brasileiro

De acordo com Pedro Henriques, vencedor do prêmio CONAFUT como melhor dirigente em 2020, só as autoridades de saúde podem orientar sobre o andamento das competições

Ex-CEO do Bahia analisa cenário da pandemia no futebol brasileiro

ex-CEO do Bahia (Divulgação)

Diversos clubes do futebol brasileiro estão enfrentando um surto de Covid-19 em seus respectivos elencos. Para a 22ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, mais de 60 jogadores testaram positivo e não poderão entrar em campo no final de semana.

Ex-Vice-presidente e ex-Diretor Executivo do Bahia, Pedro Henriques analisou o atual cenário do coronavírus em meio a disputa do Brasileirão. Segundo ele, eleito o melhor CEO de clubes de futebol no Brasil em 2020 pela CONAFUT (Conferência Nacional de Futebol), apenas as autoridades de saúde podem orientar sobre o andamento das competições.

Veja a tabela do Campeonato Brasileiro

– A reflexão (da pandemia no futebol) não pode ser casuística. Não podemos mudar os rumos porque um determinado time passa por uma situação mais delicada em determinado momento. O campeonato está em andamento porque se entendeu que era possível assumir esse risco diante da necessidade de reiniciar as atividades esportivas. Houve algo novo que justificaria paralisar? É preciso mudar os protocolos de saúde e segurança? É necessário reestabelecer os parâmetros mínimos para se avaliar suspensão de uma partida? – indagou Pedro Henriques, que trabalhou no Bahia de 2015 até março de 2020, completando na sequência:


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

– Quem precisa responder essas perguntas, inclusive, não são os dirigentes de clubes ou mesmo a CBF. São as autoridades de saúde pública. A princípio, não se visualiza movimentos dessas autoridades no sentido de paralisar competições ou mesmo outras atividades da nossa economia. Qualquer mudança deveria vir por orientação dessas autoridades – completou.

A pandemia do novo coronavírus soma mais de 168 mil mortes em território nacional e segue afetando a população e os profissionais envolvidos não só no futebol, como nos demais esportes.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Veja o significado dos 10 sonhos mais comuns
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel