Esportes

Everton, do Grêmio, vê Gre-Nal ‘ainda mais diferente’ por ser pela Libertadores


No Grêmio desde 2014, o atacante Everton já enfrentou o Internacional diversas vezes, em momentos distintos, mas admite que o Gre-Nal desta quinta-feira será especial. Os arquirrivais vão se enfrentar pela primeira vez na Copa Libertadores da América, principal competição do continente.

O jogo na Arena do Grêmio vale ainda o primeiro lugar do Grupo E, já que os dois times estrearam com vitória na semana passada. O time do técnico Renato Gaúcho derrotou o América de Cali, da Colômbia, por 2 a 0, como visitante, e o de Eduardo Coudet fez 3 a 0 diante da Universidad Católica, do Chile, no Beira-Rio.

“A gente sabe que Gre-Nal é diferente, e nos últimos anos, esse é o mais diferente por ser inédito. Podemos cravar ainda mais o nosso nome na história do Grêmio”, afirmou Everton. “Pode encaminhar uma classificação ou complicar um pouco para nós, já que o América de Cali venceu e encostou.. Quem sair vitorioso, vai encaminhar bem (uma vaga nas oitavas de final)”, completou.

O atacante elogiou o Inter. “O adversário está em uma crescente, mudou seu estilo de jogo. É uma equipe mais ofensiva”, disse Everton, que, no entanto, destaca o fato de o Grêmio jogar em casa. “Em clássico, não existe favorito. Vamos buscar fazer valer o fator casa, porque aqui somos muito fortes”, avisou.

Everton sabe da sua importância para o Grêmio nesta partida. Com o esquema tático que Renato pretende colocar em campo para enfrentar o Inter com três volantes, o atacante será o principal criador de jogadas do ataque.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



“Eu sei da responsabilidade que eu carrego. A gente recebe muitas mensagem positivas e negativas. Procuro estar sempre tranquilo nesses momentos, porque assim tudo acontece naturalmente”, afirmou o jogador, que comentou sobre o esquema tático. “Quando jogamos com um meia de qualidade, sabemos que vamos receber bolas açucaradas. Com os três volantes, reforçamos mais na marcação. Vamos ver o que o professor vai escolher”, despistou.

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS