Cultura

Evento francês vai discutir o futuro da Europa e analisar obra de Lobato

A escritora e pesquisadora Márcia Camargos fala sobre Monteiro Lobato (1882-1948) nesta sexta, 15, no Salão do Livro de Paris. A partir das 17h (13h de Brasília), a pesquisadora fará uma apresentação sobre o escritor brasileiro, cuja obra caiu em domínio público neste ano. No evento, Camargos vai analisar qual o lugar do negro na obra de Lobato. “Foram traduzidos para o francês alguns textos: uma das primeiras e últimas cartas de A Barca de Gleyre, além de Oblivion, de Cidades Mortas e Negrinha. Também lerei um trecho traduzido de Reinações de Narizinho”, diz a pesquisadora, que divide a mesa com Rodrigo Lacerda.

Esse será apenas um dos diversos eventos do Salão que, neste ano, celebra a Europa. Isso porque, em maio, cidadãos dos 28 países-membros da União Europeia vão votar para escolher a Europa do futuro. “Os desafios que a Europa enfrenta nos próximos anos são numerosos”, dizem os organizadores do Salão, em comunicado oficial. “O continente deve olhar para o seu futuro e consolidar uma base comum para construir um modelo sustentável.”

Assim, a programação foi montada seguindo esse raciocínio. Autores cuja obra contribuem para esse debate estarão presentes nos encontros, que acontecem até segunda, 18, com nomes como o espanhol Javier Cercas, o italiano Erri de Luca e o filósofo alemão Peter Sloterdijk.