Comportamento

Eurocâmara aprova reforma de direitos autorais em golpe para gigantes da web

Eurocâmara aprova reforma de direitos autorais em golpe para gigantes da web

Jean-Claude Juncker discursa sobre o Estado da União no Parlamento Europeu, em Estrasburgo - AFP

A Eurocâmara conseguiu, nesta quarta-feira (12), em sua segunda tentativa, estabelecer sua posição sobre a reforma dos direitos autorais na União Europeia (UE), que concede mais poder aos criadores e editores de jornais frente a companhias como o Google.

Por 438 votos a favor, 226 contra e 39 abstenções, os eurodeputados reunidos em Estrasburgo aprovaram sua posição sobre a proposta da Comissão de 2016, que as instituições europeias poderão começar a negociar agora para obter um texto final.