Mundo

EUA têm quase 2,6 mil mortes por Covid, recorde desde abril

NOVA YORK, 2 DEZ (ANSA) – Os Estados Unidos registraram 2.597 mortes pelo coronavírus Sars-CoV-2 nas últimas 24 horas, informou a Universidade Johns Hopkins nesta quarta-feira (2), o maior número de vítimas desde 15 de abril, quando seis pessoas morreram a mais.   

Esse também é o segundo maior registro desde o início da pandemia em fevereiro e mostra a tendência de alta que vem sendo registrada nos EUA desde outubro. Ao todo, desde o início da crise sanitária, foram contabilizados 270.881 falecimentos relacionados à Covid-19, o que representa pouco mais de 18% das mortes registradas em todo o mundo.   

A média de óbitos dos últimos sete dias é de 1.531 óbitos – abaixo do pico no fim de abril, quando eram 2.240. Porém, de acordo com especialistas, é esperado que o país tenha uma média similar se os dados continuarem nesse ritmo já nas próximas semanas.   

Além de liderarem o ranking de vítimas, os EUA também são o país que registram a maior quantidade de casos da doença desde fevereiro, com 13.741.687. Conforme dados do projeto “The Covid Tracking”, a nação tem ainda cerca de 99 mil pessoas hospitalizadas. (ANSA).   


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel