Tecnologia & Meio ambiente

EUA são maiores produtores de lixo doméstico entre os países desenvolvidos

EUA são maiores produtores de lixo doméstico entre os países desenvolvidos

Os Estados Unidos são o país que produz a maior quantidade de lixo doméstico per capita do mundo entre os países desenvolvidos, sem a capacidade de seleção para absorvê-lo, o que representa uma ameaça ao meio ambiente - AFP/Arquivos


Os Estados Unidos são o país que produz a maior quantidade de lixo doméstico per capita do mundo entre os países desenvolvidos, sem a capacidade de seleção para absorvê-lo, o que representa uma ameaça ao meio ambiente, segundo um relatório da Verisk Maplecroft.

O mundo produz uma média de 2,1 bilhões de toneladas de resíduos por ano, levando em conta os resíduos sólidos geridos pelos municípios, ou seja, alimentos descartados, plásticos e dejetos diversos, o suficiente para encher mais 820.000 piscinas olímpicas. Apenas 16% do total é reciclado, de acordo com este relatório.

Os habitantes e os comerciantes americanos são de longe os que produzem mais detritos por pessoa entre os países mais ricos: em média 773 quilos por ano, mais de três vezes mais que a média mundial e sete vezes mais que os etíopes. A Etiópia é o país que produz menos resíduos.

Por outro lado, a capacidade de reciclagem nos Estados Unidos é uma das piores entre os países desenvolvidos, com apenas 35%, muito atrás da Alemanha, que recicla 68% de seus detritos.

O relatório adverte que a decisão súbita da China em 2018 de parar de aceitar resíduos plásticos de todo o mundo, seguida por outros países do Sudeste Asiático, pode complicar ainda mais a situação de grandes países produtores de resíduos.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Alguns países decidiram proibir produtos plásticos, sejam eles sacos ou descartáveis. No entanto, a produção mundial de plásticos cresceu em 2018 em todo o mundo, impulsionada pela Ásia e pelos Estados Unidos, segundo a federação PlasticsEurope.

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS