Mundo

EUA pede a Bolívia garantia de transparência eleitoral

EUA pede a Bolívia garantia de transparência eleitoral

O presidente boliviano e candidato à presidência Evo Morales e seu vice-presidente Alvaro Garcia Linera participam de uma coletiva de imprensa depois de conhecerem os resultados parciais das eleições gerais no palácio presidencial de Quemado, em La Paz - AFP

O governo dos Estados Unidos pediu nesta segunda-feira a Bolívia que restabeleça a “credibilidade e a transparência” do processo eleitoral, após a interrupção da publicação dos resultados da votação de domingo, na qual o presidente Evo Morales luta por um quarto mandato consecutivo.

“Estados Unidos observam de perto o primeiro turno das eleições na Bolívia, especialmente a repentina interrupção da contagem eletrônica dos votos. Autoridades eleitorais devem restaurar a credibilidade e transparência do processo já, para que seja respeitada a vontade do povo”, escreveu no Twitter o subsecretário interino de Estado para Assuntos do Hemisfério Ocidental, Michael Kozak.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Fotos íntimas de apresentadora italiana são vazadas em aplicativos de mensagens no Brasil
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Nova Kawasaki Z 900 chega ao Brasil mais moderna e com preço promocional de R$ 45.990
+ Após se aposentar da Globo, Sérgio Chapelin aparece com novo visual; veja
+ Nick Cordero morre aos 41 anos, vítima de complicações da Covid-19
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior