Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Por Kanishka Singh e Amy Tennery

WASHINGTON/NOVA YORK (Reuters) – A Fifa receberá mais 92 milhões de dólares em compensação por perdas causadas por esquemas de corrupção, disse o Departamento de Justiça dos Estados Unidos nesta quinta-feira.

Em agosto do ano passado, o Departamento disse que a Fifa receberia 201 milhões de dólares em compensação pelas perdas. O dinheiro foi confiscado das contas bancárias de ex-autoridades envolvidas nos esquemas e posteriormente processadas, depois de uma investigação sobre anos de corrupção no futebol mundial.

A Concacaf, confederação continental que administra o futebol das Américas Central e do Norte, e a Conmebol, equivalente na América do Sul, foram nomeadas entre as vítimas pelo comunicado do Departamento de Justiça.

Desde que o departamento revelou o inquérito em 2015, mais de 50 réus individuais e corporativos de mais de 20 países diferentes foram denunciados, segundo o Departamento, no geral por suborno relacionado a direitos de transmissão e marketing.

“Houve uma quantidade extraordinária de dinheiro fluindo entre autoridades corruptas e empresários neste enorme esquema”, afirmou Michael J. Driscoll, diretor-assistente responsável no escritório de Nova York do FBI, em um comunicado.

“É gratificante saber que ativos confiscados dos criminosos envolvidos serão distribuídos a grupos que precisam do dinheiro, especificamente com foco em educação e na proteção do futebol das mulheres e garotas”.

(Reportagem de Kanishka Singh, em Washington; reportagem adicional de Amy Tennery, em Nova York)

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5T15E-BASEIMAGE